Ouvir
Rede Social

A Rede Social implementada no Município em 2007 é constituída por um conjunto de entidades que promovem respostas sociais, assim como por empresas do setor privado cuja adesão tem por finalidade fomentar a sua responsabilidade social. A Rede Social visa a adequação de uma intervenção social planeada e eficaz, através de um processo partilhado e articulado, cujo intuito é o de convergir esforços para a promoção do desenvolvimento e coesão social da cidade do Porto. É igualmente, um espaço privilegiado de congregação de esforços e de mobilização coletiva, entre diferentes parceiros, públicos e privadas, para formar uma consciência e coletiva e responsável dos diferentes problemas sociais e incentivar redes de apoio social integrado de âmbito local, contemplando uma dimensão concelhia, através do Conselho Local de Ação Social do Porto (CLASP) e respetivo Núcleo Executivo e uma dimensão de freguesia, através das Comissões Sociais de Freguesia (CSF).


A Rede Social do Porto congrega 291 entidades, entre as quais o Município do Porto e o Instituto de Segurança Social que, em conjunto, assumem a sua coordenação, as Juntas de Freguesia, os organismos públicos, as instituições particulares de solidariedade social (IPSS), as organizações não governamentais, as fundações, as federações de jovens e as empresas que, em concertação, adotam uma nova forma de governança colaborativa, para a implementação da política social da cidade.


A Rede Social estrutura-se num Concelho de Ação Social constituído por:

> Plenário 

> Núcleo Executivo

> Comissões Sociais de Freguesia